blog-detail
10, April de 2020

Cláudia Martins & Minhotos Marotos em modo On(line)

Cláudia Martins & Minhotos Marotos em modo On(line)

A popular banda minhota surpreendeu os fãs ao tocar nas redes sociais um dos temas mais conhecidos.
Afastados dos palcos fruto da pandemia do
Covid-19, Cláudia Martins & Minhotos Marotos
reinventaram-se e é nas redes sociais que neste
momento mantêm o contacto com os milhares
de fãs.
"Cá estamos nós de novo juntos, eu em minha
casa e vocês na vossa porque as circunstâncias
assim o exigem. Parece um sonho! Acordamos e
de repente o mundo mudou, está agora
silencioso, parado e suspenso. A incerteza e o
medo pairam no ar e por isso resolvi fazer uma
Tour pela nossa vida antes de aparecer este
convidado indesejado, esse tal de COVID-19 que é
pequeno mas chato. Prontos para fazer a Tour
comigo?".
Foi desta forma que Cláudia Martins apresentou ao público a nova rubrica das páginas oficiais do Facebook e do
YouTube do grupo.
Neste 2º episódio Cláudia Martins & Minhotos Marotos surpreenderam: os nove músicos, cada um em sua casa,
juntaram-se e presentearam os espetadores com o tema “Marcha da Sedução”. Um momento que para além de
divertido foi emotivo, como relata a própria Cláudia Martins “voltar a cantar com a minha banda foi uma sensação
maravilhosa! As saudades dos palcos já são imensas e o coração fica mais apertado nestes momentos.”
Este vídeo encontra-se disponível no nosso canal do YouTube Bit.ly/YouTubeClaudiaMartins
Cláudia Martins é o novo rosto da campanha “Alimente quem o alimenta”
O Ministério da Agricultura lançou recentemente a campanha “Alimente quem o Alimenta”, a qual, tendo em conta o
contexto marcado pela situação epidemiológica associada à pandemia COVID-19, visa incentivar o consumo de
produtos locais e o recurso aos mercados de proximidade.
Cláudia Martins foi uma das figuras públicas convidadas a dar voz a este apelo e fê-lo da melhor forma: com uma
divertida Desgarrada deixou um sério conselho “Pela saúde futura e pelo futuro de Portugal, procure o produto local,
compre o que é nacional”.